5 MOTIVOS PARA VER PERDIDOS NO ESPAÇO



Confesso que tenho um crush enorme por séries de ficção científica (nossa, nem um pouco óbvio), mas infelizmente não assisto tantas quanto gostaria - cadê as férias que não  chegam? - e nesse mês de maio eu planejei assistir várias, mas a vida segue frustrando, sabe como é né? A única que conseguir assistir inteira ate agora foi Perdidos no Espaço e venho hoje, aproveitando a vibe positiva, trazer 5 motivos para você assistir essa série e ser feliz. 

A série nova da Netflix é um remake da série que saiu em 1965 e mostrava uma família que - como o nome já deixa bem claro - acaba ficando perdida no espaço e vivem muitas aventuras e perigos, nunca deixando a peteca cair e sempre protegendo um ao outro. Nesse remake, acompanharemos a mesma família, perdidos no espaço mais uma vez, vivendo novas aventuras com muita ação - tem episódio que você mal vai conseguir piscar - e bom humor. 


  1. Família é tudo

Não sei vocês, mas eu amo ver série família, sempre me passa uma vibe boa, enfeita meus dias e me diverte. Com essa série não é muito diferente, no caso a família em questão corre muitos perigos, tem muita ação e aventura rolando, mas não deixa de ter aquela vibe gostosa e a gente não deixa de se apaixonar por eles. 

  1. O personagem mais sensível e fofo que já vi 

Já que eu comecei falando da família, nada mais justo do que falar do personagem que mais se destaca, que mais aquece o coração e vamos combinar, o ator (Maxwell Jenkins) mostrou uma atuação excelente. O Will é apaixonante, ponto final. Ele é o filho mais novo, super fofo, mas que sofre com uma certa insegurança e está sempre tentando mostrar seu valor. Ao longo dos episódio vamos acompanhando o desenvolvimento desse personagem e ... é pura fofura. A relação dele com o restante da família e especialmente com o robô alienígena, é digno de nota. Foi, sem dúvida, o aspecto da série que mais me cativou e me chamou atenção. 


  1. Robô alienígena maravilhouser

Eu simplesmente amo todas as histórias com robôs! É sempre um ponto positivo que vai influenciar muito se assisto ou não assisto a série/filme em questão. Uma coisa legal do robô dessa série é que ele tem um envolvimento muito especial com o personagem do Will e é muito legal acompanhar a interação deles. Sem contar que simplesmente me apaixonei pelo visual dele, lindíssimo. 

  1. Fotografia lindíssima 

A fotografia é sempre uma coisa que me chama muita atenção quando estou assistindo algo. Em Perdidos no Espaço ela mostrou sua presença logo, me fazendo ficar admirada e apaixonada pela série. Mas com muita neve no cenário fica difícil a fotografia não ficar lindíssima, né ;) 



  1. Para aqueles que amam odiar o vilão

Para sabermos se o vilão é bom (nesse caso, uma vilã) basta medirmos o quanto odiamos ele, se o ódio é grande - se gritamos com a tv enquanto o vilão trama seus planos vilanescos, por exemplo -  o vilão é bom. A vilã dessa série é bem desse tipo, chegou para botar desordem e acabar com a harmonia dessa família que a gente tanto se apegou, e mano do céu, como odiei essa vilã. A atriz (Parker Posey) fez um ótimo trabalho aqui, está de parabéns, viu.

E um motivo extra para aqueles que já viram a série antiga: nostalgia! A nostalgia é sempre um sentimento tão gostoso, não é? Eu não acompanhei a série antiga, mas mesmo assim, tive esse sentimento porque já conhecia e foi incrível. É uma série muito simples, mas delicinha. Ótima para maratonar nesse friozinho gostoso. 


Rita Zerbinatti, 26 anos, professora, apaixonada por Ficção Científica, dias chuvosos, séries de TV e café. Quer saber mais?Clique 
aqui.





1 comments

  1. Também achei o Will apaixonante demais <3
    Adorei essa releitura e não vejo a hora de vir uma segunda temporada *_*

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir