HARRY POTTER E A PEDRA FILOSOFAL


Como combinamos no post sobre o projetinho de ler Harry Potter, estarei aqui para comentar um pouco sobre cada um dos livros conforme for terminando a leitura. Espero que fique claro que isso não é resenha, é só um cantinho onde eu comentarei minha experiência e minha opinião. 

Hoje eu terminei o primeiro livro da saga, Harry Potter e a Pedra Filosofal. Antes de compartilhar com vocês as minhas impressões sobre a leitura, peço que se lembrem que os coleguinhas podem ter uma opinião diferente, ok? Não tem problema alguém não ter os mesmo sentimentos que você. Vou soltar aquela frase clichê, mas extremamente importante de ser lembrada: se todo mundo gostasse exatamente das mesmas coisas, o mundo seria muito sem graça.  

Quando comecei a leitura, li 5 capítulos de uma vez e nem vi o tempo passar, estava surgindo um clima de nostalgia. Algumas cenas me trouxeram os momentos com a minha mãe indo ao cinema ver os filmes, aquele gostinho de infância, aquele toque furta cor que boas memórias trazem. Nesse momento achei que iria me entregar 100%, achei que seria uma boa oportunidade para voltar a ser criança ali com aqueles personagens. Foi um momento bonito, mas se extingui tão rápido que quando dei por mim, tinha ido embora. Nem pra falar tchau.

Talvez seja uma questão de idade, não sei, pode ser uma série de coisas, mas passei mais tempo irritada com algumas situações do que entregue. Os momentos que me entreguei foram poucos, mas ainda assim, a experiência de leitura como um todo foi divertida. Parte da leitura foi gostosa, nostálgica, envolvente. Parte da leitura também foi meio chata. Não sei como aqueles que já amam, que já são fãs se relacionaram com essa primeira leitura,  mas comigo esse primeiro momento não funcionou muito bem. 

Espero que entendam, vou deixar bem claro: não foi uma experiência ruim! Foi apenas algo que passou um pouco batido, foi divertido em alguns momentos, foi envolvente em outros, mas sabe aquela sensação gostosa de terminar um livro, de ter vivido aquilo? Então, não tive isso. Não senti muita coisa, sabe? Eu prezo o sentimento, eu preciso disso. Naturalmente sou uma pessoa um pouco fria e distante, necessito sempre de algo que me faça sentir, especialmente livros, eles precisam me fazer sentir intensamente. Se a leitura está sendo rasa pra mim nesse sentido, se não estou nessa vibe cheia de sentimentos e completamente envolvida, fico um pouco decepcionada. Espero que isso melhore com as próximas leituras, espero de coração. 

Eu estava aqui tentando pensar em um momento favorito do livro. Me deparei com uma dificuldade: conforme estava lendo, curti algumas cenas e algumas passagens, porém voltando pra elas agora, já não consigo ver algo especial. Eu havia comentado no post anterior que quando eu era criança todo esse universo de Harry Potter não despertava muito a minha atenção, tudo bem que só li o primeiro livro, mas estou com a sensação de que vai continuar sendo a mesma coisa. Espero estar muito errada, mas confesso que dei uma desanimada. 

Antes de começar a leitura me disseram que eu estava sendo preconceituosa com relação a esses livros, na verdade não é preconceito quando você entra em contato com algo e não gosta muito. Isso é apenas gosto, e os gostos divergem. Sei que muitos que me seguem são fãs e amam Harry Potter, e sei também que muitos se sentem um pouco ofendidos quando surge alguém dizendo que não curtiu muito, veja bem, não quero ofender, nem magoar, nem nada, apenas quero deixar registrado aqui as minhas sinceras impressões.


Gostaria muito de estar escrevendo outra coisa, no fundo isso me chateia um pouco, sabe? Gostaria de estar escrevendo que estou absolutamente encantada, seria tão melhor. No entanto, não posso mentir ou fingir um sentimento que não existe, o que me resta é seguir e torcer para gostar dos próximos livros. 

Rita Zerbinatti, 26 anos, professora, apaixonada por Ficção Científica, dias chuvosos, séries de TV e café. Quer saber mais?Clique aqui.

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

2 comments

  1. Gostei do seu relato, na verdade todo relato de leitura de HP vem acompanhado de "é maravilhoso, melhor livro da vida"
    É a primeira "resenha" que leio, onde não gostar da leitura não é meter o pau no livro.
    Duvida, ja que vc não curtiu muito , vai ler o restante ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiee! Ah que bom que gostou!
      Tive muito receio de escrever sobre esse livro expondo minha opinião, sabe como é né?!

      Eu vou tentar continuar a leitura sim, por conta do projeto. Se não tivesse feito o projeto acho que já teria vendido os livros kkk
      Por enquanto não desistirei!!!

      Beijos! <3

      Excluir