ABOMINAÇÃO - GARY WHITTA


Gary Whitta já havia ganhando meu respeito quando soube que ele era um dos criadores do roteiro de Star Wars Rogue One - eu amei esse filme - e quando a Darkside Books divulgou o lançamento de Abominação eu simplesmente senti no fundo do coração que precisava desse livro. Como tenho um namorado incrível, ele logo providenciou uma edição linda pra mim. 

Abominação traz na contracapa uma chamada interessante: vikings, magia e sangue. No entanto, não se enganem pois não tem nenhuma participação efetiva dos vikings nessa história. Confesso que estava super animada com isso, estou um pouco obcecada por causa da série de TV Vikings - tem na Netflix, é incrível - e o livro me deixou um pouco decepcionada quando percebi que a participação dos vikings era bem secundária, mas adorei o livro e no acabei superando essa minha decepção. Valeu a pena mesmo sem vikings.

Vamos falar sobre a história? Que por sinal, é muito envolvente ao extremo e bastante interessante: os Vikings estão invadindo as terras da Inglaterra e o bicho está pegando. Todos sabemos que os Vikings não eram nada bonzinhos. Matavam sem dó qualquer um que aparecesse na frente. E o Rei de uma das terras inglesas resolve fazer de tudo que está ao seu alcance para proteger seu povo do massacre desses bárbaros, no entanto ele perde o controle da situação quando deixa um dos seus homens fazer experimentos utilizando magia. 

Uma coisa é fato: Gary Whitta sabe como te prender dentro de uma história. O livro é divido em duas partes, sendo que na primeira temos uma contextualização sobre o que estava acontecendo na Inglaterra. Vemos nessa parte o Rei Alfredo perder o controle sobre a magia praticada pelo Aethelred, que estava criando monstros sanguinários e tentando controlá-los para formar um exército. Em uma tentativa para dar um basta nesse cara muito maluco e em suas criaturas monstruosas, Rei Alfredo convoca Wulfric, seu melhor guerreiro - e um personagem muito legal, diga-se de passagem. 

O guerreiro monta sua equipe e parte para acabar de uma vez por todas com os monstros, porém, as coisas não são tão simples assim, nem mesmo para o melhor guerreiro de todos. E então partimos para a segunda parte do livro, onde acompanharemos o desenvolvimento desse personagem incrível, o Wulfric e também seremos apresentados à melhor personagem do livro: Indra. Ela é uma garota jovem, inteligente e com uma habilidade incrível para lutar, eu simplesmente amei essa personagem pois pude sentir a força dela, sua personalidade me chamou muita atenção e ela teve atitudes que eu adorei ver em cena. Nenhum cara mexe com essa menina. Girl power, yeah!

E não posso contar mais nada, terá que ler para descobrir como essas histórias se encaixam e como termina. O autor fez um ótimo trabalho, ouso dizer. O interessante é  que ele utiliza uma linguagem perfeita: simples, crua e extremamente atrativa. Você devora as palavras, engole os parágrafos e sente a necessidade de manter esse livro por perto. É incrível. Eu fiquei encantada, e ao mesmo tempo abismada com a  capacidade do autor de descrever certas cenas de forma violenta e atraente. 

Aliás, se você não gosta de violência esse não é um livro pra você. Muitas cenas de sangue, muitas cenas de luta e ação - que na minha opinião, foram muito bem desenvolvidas - e personagens apaixonantes. Parece estranho dizer que em meio a tanto sangue e violência encontrei personagens apaixonantes, mas sim, encontrei. Me dei muito bem com todos os personagens, o autor realmente me teve nas mãos e eu me deixei levar. 

Uma aventura e tanto, misturando de forma deliciosa, e impossível de largar, fantasia com um contexto história interessante. No entanto, como disse anteriormente, não espere ver nenhum desenvolvimento da história dos Vikings, eles mal aparecem. Mesmo assim, vale a pena conferir, especialmente nessa edição maravilhosa da Darkside Books





Rita Zerbinatti25 anos, criadora do blog e canal Cheirando Livros, professora, apaixonada por Ficção Científica, dias chuvosos, séries de TV e café. Quer saber mais?Clique aqui.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.