Comentando sobre: Scorpion 1ª temporada | sem spoiler

A essa altura do campeonato já deu pra perceber que eu adoro séries, não é mesmo? E adoro acompanhar novas séries, daquelas que nunca ouvi falar. No entanto, não é fácil uma série me atrair, me fisgar. E felizmente, Scorpion foi uma das poucas séries atuais que fui assistir sem pretensão alguma, e no final, adorei. 

Se vocês colocarem no google o nome Walter O'Brien vai logo perceber que ele é um cara muito inteligente, um dos QI's mais altos já registrados. Quando criança ele invadiu o site da NASA, baixou alguns arquivos secretos e colou na parede do quarto. Uma brincadeira simples, uma criança comum. #SQN. Walter hoje é especialista em cybersegurança e fundou a Scorpion Computer System. Pra  variar um pouco a vida pacata que deve levar, inspirou a série americana Scorpion. Então aqui temos uma série inspirada na vida de um cara quase normal.

É claro que se trata de uma série fantasiosa, uma série de pura adrenalina e ação. Acredito que o Walter da vida real não ficou pendurado em um avião segundos antes dele explodir, ou ficou perdido em uma floresta pegando fogo, ou desativou alarmes de baixo de um automóvel a mais de 300km/h. Entra muitas outras coisas. O Walter (da série) é um típico nerd que não interage muito bem com as pessoas mas tem um bom coração. Além de um bom coração, ele tem muita coragem porque olha... tem cenas de tirar o fôlego. 

A equipe Scorpion apresentada na série consiste de 6 membros, cada um com sua especialidade. Temos o Walter, o cara super mega inteligente que comanda a equipe; o Sylvester, uma calculadora humana; a Happy, especialista em mecânica; temos o descontraído e querido Toby, o behaviorista; o Cabe, o agente do governo que os ajuda nas missões e por fim, temos a Pagie, uma simples garota que não é como os gênios da equipe, mas ela os ajuda a interagir melhor com as pessoas.  E esse é o grupo chamadas pelo governo americano para resolver situações perigosas que mais ninguém consegue resolver rapidamente.

O time é bom, os atores vão conquistando aos poucos - devo confessar que nos primeiros episódios eu achava esse time meio fraco nas atuações, mas mudei de ideia ao longo da temporada. Outra coisa que me incomodava é que sempre ficava com a impressão de que as missões dos primeiros episódios eram mais complexas. Do meio pro final da temporada eu me pegava pensando: ai que bobo, por que vão chamar uma equipe de gênios para resgatar uma pessoa sequestrada? No entanto, a situação sempre se descontrolava e no final das contas, eu adorava. 

Ou seja, apesar das minhas ressalvar (que são pouquíssimas) a série me conquistou e adorei ter assistido a primeira temporada! Já estou ansiosa para ver a segunda! Vale lembrar que essa série é do Nick Santora, ele fez Prison Break e Lie To Me, o cara é bom. Super recomendo pra quem gosta de nerdices, cenas de ação, aventuras das mais variadas e quebra-cabeças.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.