Ruído Branco - Don DeLillo

Quando gostamos de uma pessoa e nos identificamos com ela, se torna natural seguir suas recomendações. Felizmente, admiro muitas pessoas nesse nível e uma delas é a Rita Araújo. Essa diva indicou esse livro em vídeo (no youtube e no snapchat também, se não me engano) e pronto, já bastou para que eu me interessasse e fosse correr atrás. Comprei e logo comecei e ler, portanto, hoje venho relatar a minha experiência com esse livro incrível.

Ruído Branco foi escrito na década de 80, e apesar de tudo essa é uma década distante pra mim, pois só vim ao mundo no ano 1991. No entanto, a narrativa é tão bem construída que as características dessa época se destacam muito, o que acabou por despertar minha atenção. Sem contar que a história vai se revelando um tanto quanto insana, o que também colaborou para  que eu devorasse o livro.

Mas deixe-me explicar melhor, tenho certeza que está curioso com relação à história desse livro. A principio vamos conhecendo os personagens, que são brilhantes, diga-se de passagem. O Jack Gladney é pai de família e professor universitário, mas não só isso, ele criou uma nova linha de estudo, um novo curso na universidade: Hitlerologia. Portanto, Jack é especialista em Hitler e está desesperado pois haverá um congresso sobre Hitlerologia, com todos os maiores estudiosos de Hitler, e adivinha só? Jack não sabe falar alemão. Portanto, como ele – um grande especialista em Hitler – vai comunicar com os especialistas alemãos? Ele certamente passará vergonha e sua carreira vai por água baixo. Com medo disso acontecer, ele começa a fazer aulas de alemão com um professor tão estranho quanto ele.

A família de Jack é composta por muitos filhos, ele foi casado 3 vezes e teve filhos desses casamentos. Agora ele é casado com Babette, uma mulher gorda, com estranhos cabelos loiros, que usa calças jogging. Babette é uma personagem que a cada página vai chamando mais e mais sua atenção. No início, Jack a vê como uma mulher bondosa, que lê para pessoas cegas, uma mãe dedicada, um amor de pessoa. No entanto, a visão de Jack vai mudando conforme coisas estranhas vão acontecendo.

Existem muitos diálogos entre essa família que são dignos de te fazer perder o chão. São incríveis e sempre marcam um certo distanciamento entre os membros da família. Além disso, existe o Murray, um colega de trabalho do Jack, e os diálogos deles também são muito marcantes. O Murray também é um forte personalidade dentro da história, e como todos ali, também tem seu lado estranho mas muito filosófico.

E na cidade onde eles moram acontece um acidente com um trem, e dentro desse trem existia uma substância tóxica e por conta do acidente essa substância se transformou numa nuvem que acaba por assombrar a cidade toda. Com isso, a família Gladney se joga numa aventura, saem correndo em busca de proteção. No entanto, Jack se expõe á essa substância e agora sua vida está em risco. E outra questão muito importante que é abordada nesse livro: o medo da morte. Ao longo da história vamos descobrindo o quanto os personagens tem medo de morrer, e vamos nos dando conta de que vivemos em uma sociedade em que todos temos medo de morrer. Ligamos a TV e vemos que milhares de pessoas morreram em acidadentes, outras foram assassinadas, com isso, esse medo explorado por Delillo nesse livro, só nos consome.

Além disso, existem várias outras questões para se discutir. Existem críticas interessantes à sociedade, aos professores universitários, aos padrões de beleza, à família, à vida como um todo. Eu simplesmente adorei cada detalhe do livro, a leitura é muito fluida e envolvente. Os personagens são extremamente cativantes, apesar de tudo. E enquanto eu lia, não conseguia parar de imaginar que na minha mente se passava um filme do Wes Anderson. Acho que a atmosfera decadente desse livro, combina muito com as cores e características desse cineasta. Enfim, é um livro recheado de temas interessantes, uma história maluca - que só vai ficando cada vez mais e mais maluca - e incrível. Altamente recomendado. 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.