O Silêncio das Montanhas (And The Mountains Echoed) - Khaled Hosseini



O tempo é como um encantamento. A gente nunca tem quanto imagina.

Nunca tinha lido um livro que me fez chorar tanto e mais uma vez, Khaled Hosseini, escreve uma história impossível de se esquecer.

Eu fiquei muito feliz quando a Rita me deu esse livro de aniversário. Desde que descobri que ele escreveu outro livro, fiquei ansiosa para lê-lo. "O silêncio das montanhas", é uma história sobre vários personagens, durante diferentes períodos e gerações. Começamos com a história de dois irmãos, que são inseparáveis.

Logo no inicio, o Hosseini nos envolve com uma história contado por um dos personagens do livro. Conta-se sobre um tipo de monstro que vem pro vilarejo no Afeganistão, toca na porta de uma casa, e a família tem que dar um filho como sacrifício, se nāo oferecer um dos seus filhos, a família toda morre. O pai acaba tendo que dar o seu filho favorito ao monstro. E assim se começa essa historia paralela à de Pari e Abdullah, que moram numa aldeia distante em Cabul. Perderam sua māe bem cedo, moram com o pai distante, e desde pequenos tem uma conexāo forte e incomparável. O pai aceita dar a sua filha, Pari, a adoçāo, conseguindo recursos para sobreviver durante o inverno. Assim, essas duas almas que se amam incondicionalmente sāo separadas.

"- [...] Ninguém podia ver você, só eu. Eu contava tudo a você. Todos os meus segredos. Para mim, você era real, estava sempre bem perto. Eu me sentia menos só por sua causa. Como se fôssemos contrapartes. [...] Eu costumava nos imaginar como duas folhas, sopradas pelo vento a quilômetros de distância, mas ainda ligadas pelas raízes profundas e emaranhadas da árvore de onde havíamos caído.
- Para mim, aconteceu o contrário. Você diz que sentia uma presença, mas eu sentia somente uma ausência. Uma dor vaga, sem uma fonte definida. Era como um paciente que não consegue explicar ao médico onde dói. Mas dói."

Junto com essa história dos irmāos, Hosseini conta outras histórias sobre diversas pessoas que de alguma forma tiveram contato com eles dois. Assim, as historias vão do Afeganistão á Paris, depois aos Estados Unidos e chega até parar na Grécia. 

Contudo, passam-se os anos tentando descobrir o que vai acontecer com os dois. Lemos coisas difíceis de se acreditar: traiçāo entre familiares, falta de amor, covardia e muito mais. Mas também vemos a redençāo de vários personagens, as coisas que as pessoas sāo capazes de fazer pelo amor e finalmente ver se a Pari e o Abdullah se encontraram mais um vez.

Posso dizer que o Hosseini sabe falar sobre as pessoas. Ele parece entender o que nos leva a fazer coisas que jamais pensaríamos que fosse possível. Eu acho que me comovi com o final por que só assim podia ter terminado e é de partir o coraçāo. E a vida é assim, nāo é? Há momentos de felicidade, reencontro, mas também muitos momentos de dor. E mesmo assim, é uma vida maravilhosa. 

Um comentário:

  1. Olá, Aline!
    Que blog mais lindo o seu, parabéns!
    Estou retribuindo a visita que fez ao meu Alma do Meu Sonho e estou gostando do que estou vendo! ;o)

    Xerinhos e volte sempre! ;o)

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.