Bonsai - Alejandro Zambra


" No final ela morre e ele fica sozinho, ainda que na verdade ele já tivesse ficado sozinho muitos anos antes de morte dela, de Emilia. Digamos que ela se chama ou se chamava Emilia e que ele se chama, se chamava e continua se chamando Julio. Julio e Emilia. No final, Emilia morre e Julio não morre. O resto é literatura."

Você vai pegar esse livro, admirar a capa ( que é muito bonita, por sinal) vai ler a pequena sinopse que está escrito atrás, vai ler as "orelhas", a primeira página com o nome da editora, a segunda página com o nome do livro, a dedicação, o primeiro capítulo, e finalmente, o primeiro parágrafo. E é exatamente o mesmo parágrafo que eu acabei de reescrever ali. Sim.

O que pensar sobre um livro que começa assim? Genial. Só pude pensar isso depois que conclui toda a leitura, a principio pensei: como esse cara vai me surpreender se ele já me contou o que vai acontecer no final? Acreditem, ele surpreende. Surpreende tanto que eu precisei de algumas horas pra absorver tudo. E olha que é pouco. São apenas 91 páginas para ler, cada página com a formatação reduzida, com pouquíssimo texto. 

A narrativa que Alejandro constrói é viciosa. Ele fica brincando com aquele joguinho de repetir palavras (como ele fez no primeiro parágrafo), chega a ser engraçado, infantil, nem um pouco cansativo. E é com essa simplicidade, com essa falsa infantilidade, esse joguinho bobo, que ele te conquista.

O livro é a história de amor entre Emilia e Julio. E são poucos os personagens que surgirão para enfeitar a história. O autor vai nos contando cenas do cotidiano, cenas que o casal viveu, quase sem importância: a primeira mentira, a primeira poesia que leram juntos, como encaravam a relação antes de ser tornar um relacionamento sério. A verdade é que o livro todo é de uma simplicidade linda. Sabe, quando você terminar de ler e pensa: isso poderia ter acontecido comigo. Isso pode acontecer comigo.

E quando ele diz "o resto é literatura", é de fato, pois são tantas as referências literárias! Tanto Emilia quando Julio amam ler. Liam um para o outro. Muitos livros. Muitas poesias. Proust. E em algum momento, enquanto liam o conto "Tantália" de Macedonio Fernández, fica claro que a relação deles já não será a mesma. 

"Tantália é a história de um casal que decide comprar uma plantinha para conservá-la como símbolo de amor que os une. Percebem, tardiamente, que se a plantinha morrer, morrerá com ela o amor que os une. E como o amor que os une é imenso e por nenhum motivo estão dispostos a sacrificá-lo, decidem fazer a plantinha se perder entre uma multidão de plantas idênticas. Depois ficam inconsoláveis, infelizes por saber que nunca mais poderão encontrá-la." (pg. 29)

Foi meu primeiro contato com a Literatura Chilena, e creio que comecei muito bem. Simplesmente amei esse livro, desde o primeiro parágrafo até o último. Eu queria escrever igual esse cara. Queria mesmo.

Alejandro nasceu em Santiago em 1975. No Chile, esse livro ganhou o Prêmio da Crítica e o Prêmio do Conselho Nacional do Livro como melhor romance de 2006, ano de sua publicação. Zambra também foi eleito um dos vinte melhores jovens escritores hispanoamericanos pela revista britânica Granta. Ele é também crítico, professor de literatura e diligente leitor de manuais, revistas especializadas e livros técnicos sobre o cultivo de bonsai.


E existe um filme. Não sabia disso, mas conversando com a minha amiga metade Chilena (que escreve aqui no blog também, a Aline Correa) ela me falou do filme e claro, fui correndo assistir. E é simplesmente lindo. Que fotografia! Semelhante a história original na medida do possível, o filme se torna tão agradável quanto o livro. Vale muito a pena ler e assistir.
Para ver o filme online, clique aqui.

Mais informações:
Titulo: Bonsai
Autor: Alejandro Zambra
Editora: Cosac Naify
Páginas: 91

3 comentários:

  1. Que livro lindo! Nunca tinha ouvido falar da história e parece ser muito interessante e inspiradora. Adoro que brinquem com as palavras, me divirto tanto com isso! Sua resenha foi muito bem escrita, adorei <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Demais, né? Super recomendo esse livro lindo!
      Obrigada Isabela! <3

      Excluir
  2. Olá =)

    Poxa que livro diferente...
    Gostei bastante do estilo dele, mas ele me parece ser um pouco "triste", estou certa?
    Parabéns pelo bom gosto literário rs.

    oceano-literario.blogspot.com

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.