Fevereiro

Não costumo gostar muito de fevereiro. Mesmo que ele sempre carregue consigo suas mudanças e novidades que servem como empolgação pro início do ano, não gosto muito. A única coisa que gosto verdadeiramente no mês de fevereiro são seus 28 dias.
Apesar de tudo, esse mês tem se mostrado muito melhor do que eu poderia esperar ( e olha que eu já estava esperando coisas boas) e junto com todas as coisas boas que tem acontecido não posso deixar de considerar os livros! Li algumas coisinhas nesse mês que gostei muito! E também comprei algumas coisinhas... 


Estou mega empolgada pra ler "O futuro começou" do Asimov e as "Crônicas Marcianas" do Bradbury, muito mesmo. Mas como tenho lido bastante ficção científica, vou tentar ler outros gêneros antes de mergulhar nesses dois livros lindos.
A cada livro que termino de ler tenho escrito uma breve análise no meu caderninho, gostaria de publicá-las aqui, mas nhé... qualquer dia desses eu faço isso.
Ah, tem mais uma novidade, estou fazendo um curso de Leitura Dinâmica, estou curtindo mas vamos ver... 

Bom, esse mês, apesar de ser mais curto tem sido mais produtivo literalmente. Li 4 livros bem bacanas e um deles, mais uma obra prima da Ficção Científica "Histórias de Robôs" que eu A-M-E-I. 
Sim, amei.
Prometo fazer um post bem bonitinho sobre cada um deles! Na verdade, já tenho o texto é só tomar vergonha na cara e postar... ai ai.

E afinal, fugi da Ficção Científica e queria muito ler um livro nacional. Escolhi um que havia começado um tempo atrás e perto do fim, eu desisti. Comecei a ler novamente "Primeiras Estórias" do João Guimarães Rosa e nhéé, não rolou de novo. Desisti. Nem vou discutir os meus problemas com esse livro... deixa pra lá.
Enfim, mas acho que fiz uma outra boa escolha, estou lendo "As Armas Secretas" do Julio Cortázar.
É um livro bem curtinho, não chega a 200 páginas, são 5 contos muito prestigiados. Por enquanto eu li apenas dois, e fiquei encantada e muito envolvida... Agora o próximo é: As Babas do Diabo, e isso me lembra meu professor de fotografia falando que esse conto DEVE ser lido, imperdível. E é aquela coisa, inspirou o filme "Blow up" e o filme é muito bom, então já sabemos do que se trata. Quando vi que tinha chegado nesse conto, parei. Estou me preparando psicologicamente pra lê-lo, sim, para ser capaz de apreciar cada pedacinho.
Gente, pode falar... essa edição da Civilização Brasileira é linda né?!
É isso, espero voltar em breve trazendo meus textinhos sobre esses livros.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.